Fonoaudiologia na fase Flácida da Paralisia Facial





http://www.guiarioclaro.com.br/guia/imagens/conteudo/materias/imagens_wide/editorias/thumbs3/ginastica_facil_w.jpg

A paralisia facial periférica ocorre quando há uma interrupção do influxo de qualquer um dos nervos faciais, ocasionando alterações motoras e sensitivas no indivíduo. Entre 62% a 93% dos casos a causa é idiopática, ou seja, desconhecida, sendo chamada de paralisia facial de Bell. A segunda causa mais comum é a traumática, dentre outras.

A fase flácida   ocorre quando a regeneração axonal ou reinervação do nervo facial ainda não aconteceu, é a fase inicial da paralisia.

Nesta fase, quando o paciente apresenta pouco ou nenhum movimento, a fonoterapia consiste na realização dos mesmos movimentos da avaliação, acrescentando-se outros, feitos isometricamente, massagens indutoras do movimento desejado na face paralisada no sentido do movimento. As massagens podem ser manuais, de maneira lenta, com pressão profunda ou com massageador facial suave. A massagem é altamente eficaz, pois a pressão realizada afeta o músculo enrijecido que está sob a pele, com isto o músculo é relaxado, diminuindo a tensão, o sangue a linfa tem uma circulação melhor, consequentemente o músculo fica melhor e mais fácil de ser trabalhado nos exercícios.

Neste período existe a preocupação quanto ao processo da alimentação. È comum ouvir o paciente dizer que mordeu a bochecha durante a mastigação, tem dificuldade de manter o alimento entre as arcadas dentárias. Isso ocorre, pois o bucinador está paralisado, além da incompetência labial com vedamento insuficiente em função da flacidez do lado paralisado. O fonoaudiólogo deve orientar o paciente a lateralizar o alimento durante as refeições, tentando manter uma mastigação bilateral. A lateralização pode ser feita com o auxílio da mão colocada sobre a bochecha, elevando-a. Quando a paralisia perdura, outras manobras precisarão ser realizadas para melhorar a identidade intra-oral e adequar a função. Importante lembrar que o masseter e o temporal não são inervados pelo facial, portanto não estão paralisados, somente o bucinador, com isso a força mastigatória está mantida.

O tratamento deverá ser adaptado e personalizado em função do Deficit e da Colaboração do paciente.
Fonoaudiologia na fase Flácida da Paralisia Facial Fonoaudiologia na fase Flácida da Paralisia Facial Editado por saude.chakalat.net on 05:53 Nota: 5

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.